11 setembro, 2015

[Resenha] Scholar who Walks the Night


Olá pessoas! Boa noite!

Hoje vim trazer a resenha de um drama que acabou ontem, que terminei de ver hoje e que me conquistou totalmente. Scholar who Walks the Night não foi o melhor k-drama que já vi (e já vi alguns), mas está longe, muito longe de ser um dos piores. Pelo contrário, amei!

Li comentários bem controversos durante seu tempo de transmissão. Muitas pessoas do meu círculo de convivência gostaram! Outras do mesmo círculo detestaram. Li algumas notícias oficiais extremamente elogiosas e outras, meio desgostosas com o "rumo dessa prosa". Aconselho cada um a assistir e formar a própria opinião.

Eu já vi todos os dramas e filmes de meu ator favorito e protagonista deste resenhado: Lee Jun Ki. Quase todos, na verdade. Faltam somente Star's Echo, um mini-drama que já tenho salvo no HD, só não consegui conferir ainda (achei legendado no Fansubber há pouco tempo); e The Hotel Venus, um filme de 2004 que não encontrei para baixar ou ver online.

Na postagem anterior sobre as primeiras impressões sobre esse novo trabalho dele, deixei claro meu amor absoluto por esse homem. Agora, com  o fim de Scholar, o amor aumentou! Ele é tão bom ator, tão gentil e carismático, tão atencioso com os fãs, sempre mantém contato direto com fotos e vídeos que posta no Instagram, é piadista, gosta de alegrar quem está à volta e manter-se próximo de quem ama e de quem o ama.

Sua atuação como o erudito Kim Sung Yeol foi perfeita do início ao fim! Ele soube ser o homem, a fera, o bem, o mal, o vampiro, o amante, o amigo. Em um episódio especialmente, ele deu um show! Foi lindo de ver! Eram três atores num só! E em outro episódio posterior, ele conseguiu me maravilhar ainda mais contracenando consigo mesmo com um realismo impressionante~

Os demais atores do cast principal também fizeram um bom trabalho. Especialmente Lee Soo Hyuk no papel do vilão Gwi - ele fez um ótimo trabalho! Além de ser bem bonito.

Bom, já estou falando demais para os comentários anteriores à resenha, então vamos ao que interessa!
                                                                                                                                                     -                    
Elenco principal

Lee Jun Ki como Kim Sun Yeol
Lee Yoo Bi como Jo Yang Sun/Seo Jin
Max Changmin como Príncipe Herdeiro Lee Yoon
Lee Soo Hyuk como Gwi
Kim So Eun como Lee Myeong Hee/Choi Hye Ryeong
Minha sinopse

Em uma Era Joseon fictícia, um vampiro reina soberano em seu Palácio Subterrâneo. Em um acordo com um rei do passado, ele se comprometeu em manter o monarca no poder, mas em troca tomaria as mulheres reais quando precisasse de sangue e reinaria por trás das cortinas. Esse acordo velado foi passado de geração em geração.

Esse trato manteve-se intacto por centenas de anos, até que um Príncipe Herdeiro, chamado Jonghyun, não quis se submeter ao vampiro. Compactuando com um Vampiro Guardião, que existia para manter a ordem no mundo e impedir que Gwi continuasse quebrando essa ordem e interferindo na vida dos humanos, ele elaborou um plano secreto para destruir Gwi.

Mas, infelizmente, os planos do príncipe dão errado e ele acaba caindo nas mão de Gwi e, sendo falsamente acusado de traição, é executado. Mas antes, apresenta seu melhor amigo e tutor, Kim Sung Yeol ao Vampiro Guardião. Ao ser abatido por Gwi, antes de morrer, o Guardião morde Sung Yeol e o tranforma em vampiro, para ele continuar a luta contra o Rei Subterrâneo e, com o plano secreto, destruí-lo.

Porém, o plano desaparece e Sung Yeol passa os próximos 120 anos procurando, juntando livros de todo o mundo e vivendo como o erudito que um dia foi, buscando vingar a morte injusta do Príncipe Herdeiro. Com a terrível morte de seu amor Myeong Hee, de quem era noivo, ele já não tinha nada a perder e seu único desejo era acabar com a própria vida quando enfim destruísse Gwi.

É durante essa busca incansável que o Guardião erudito encontra o livreiro Jo Yang Sun, que na verdade é uma mulher e, por seu olfato aguçado de vampiro, ele percebe o fato já no primeiro encontro. É para Yang Sun que ele dá a missão de procurar pelo Memorando do Príncipe Herdeiro Jonghyun, no qual estava guardado o plano secreto.

À medida que a proximidade dos dois aumenta, ambos vão cultivando sentimentos amorosos um pelo outro. Mas ele é um vampiro e ela uma humana, uma relação entre seres tão diferentes não pode dar certo. Ou pode? Ela, toda apaixonada, não conhece a verdadeira natureza de seu amado.

Enquanto Sung Yeol empreende sua busca particular, outro Príncipe Herdeiro, Lee Yoon, toma para si a mesma missão de Jonghyun. Devido às descobertas de seu pai, que à semelhança do outro, foi acusado de traição e morto, ele tomou conhecimento do plano secreto e também o procurava.

Em meio a tudo isso, há as perguntas: por que Yang Sun se veste de homem? Será por que ela faz um trabalho de homem enquanto vende livros? Ou há outro motivo? Onde está o Memorando? Será que Gwi não percebe toda essa movimentação para destruí-lo? Afinal, ele não é bobo e já viveu centenas de anos de homens. E poderá Sung Yeol tirar o antigo amor de seu coração ainda humano, e dedicá-lo totalmente à Yang Sun? E quando ela descobrir que ele é um vampiro, ainda vai amá-lo?

*Minha sinopse é um pouco diferente da usual. Eu li essas sinopses prontas assim que saíram e me senti perdidinha vendo o primeiro episódio. Achei até que estava vendo o dorama errado. Creio que fiz uma sinopse boa (com a menor quantidade de spoilers possível, já que todos os acontecimentos narrados estão no começo do drama). Se quiser, vocês podem procurar pelas oficiais no Google e acharão com facilidade.

Pontos fortes

- Lee Jun Ki e Lee Yoo Bi. Amei muito os dois desde o primeiro teaser e shippei mesmo quando a Myeong Hee estava viva, no primeiro episódio. Não saber se eles ficavam juntos até o final me angustiou durante grande parte, senão em todos os episódios.

Primeira cena dela como mulher, no segundo episódio.
Oppa safadeeenho já levou a moça pra cama haha.
Outros pontos fortes são... tudo! Eu gostei tanto que é difícil classificar =)

- sem dúvida, a OST é um ponto forte, fortíssimo! Cinco canções e músicas instrumentais perfeitas para cada cena
- vestimentas. Aquelas roupas de época, os hanboks lindos de morrer me enlouqueciam!
- cenário e fotografia. Não tenho olhar técnico, mas amei as locações, especialmente uma certa árvore numa certa montanha no último episódio^^
- atores principais. Sério, eles formaram uma equipe muito boa! A atuação de todos foi ótima, com destaque para Lee Jun Ki oppa e Lee Soo Hyuk, o vampirão divo do mal  *-*
- cast secundário. Assim como os protas, co-protagonistas e antagonista, os adjuvantes e co-adjuventes foram muito bem escolhidos
- etc etc etc.

Pontos fracos

Uhm... eu realmente preciso pensar sobre eles. Sei que existem, como disse no início, esse não foi o melhor drama que já vi. Isto, devido aos pontos fracos, mas são tão poucos, a meu ver, que preciso pensar...

- roupa suja de sangue. Tinha vezes que o erudito ficava mais de um episódio sujo de sangue. Pior, era na gola! Eu até entendo que na Era Joseon e tal ninguém tomava banho todo dia como nós brasileiros, mas sangue na roupa por dias?? Isso era nojento!
- um único fio solto sem explicação até o último episódio e que ficou sem explicação. Mas não contarei aqui porque é um spoiler gigantesco
- 20 episódios não bastaram. Acho que deveriam ter sido 22 ou 24, teve alguns acontecimentos que achei muito apressados, como quem vai tirar o pai da forca. E se fossem ao menos 22 episódios, o fio solto supracitado não teria ficado solto
- acho que é só.

Comentário adicional

Este foi um drama de 20 episódios que começou a ser transmitido no início de julho, dia 08, e acabou ontem, dia 10 de setembro. Como em 99% dos doramas de Lee Jun Ki oppa, o final não foi simplesmente um THE END, se é que me entendem... foi um final aberto, meio ambíguo à primeira vista, que precisamos de alguma reflexão para entender. Mas depois de entender completamente o final de Scholar, chega a ser ridículo eu ter imaginado que era confuso. Mais claro que aquilo, impossível... as evidências estão ali, para que quiser ver.

A melhor healing scene que já vi! <3 é muito lindo, é muito amor!

 (vídeo da cena - sem legenda)
Gwi divou muito de Rei
Aliás, divou muito durante os 20 episódios

Segundo comentário adicional

Sou louca por livros desde a tenra infância. Livros são vida! Devoro livros há anos, agora menos que antes, por causa da faculdade e dos dramas, mas ainda leio bastante. E esse meu lado leitora voraz adorou a Yang Sun e aquela paixão enorme dela pelos livros!


Minha nota

9,9 

Dou notas com cada décimo porque sim! Não é nota 10 pelos pontos fracos que citei, mas é quase!

Fiquem agora com minha música favorita da OST desse mravilhoso dorama! Aliás, uma de minhas cinco músicas favoritas haha


Love You Again - Yook Sung Jae (BTOB)


Onde assistir online ou baixar:
online: Drama Fever e Viki
download: Fighting Fansub

My *-*




5 comentários:

  1. Ótima resenha, acho que o lance é este mesmo, cada um precisa ter sua própria opinião, pra isso é preciso assistir, eu por exemplo amei Blade Man e muita gente não gostou, tenho resenha dele aqui tb, vai do gosto de cada um. bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso Ana! Gosto é tão pessoal~ e um drama é... bem, como uma novela, um seriado, um filme... ainda mais esse, que é roteiro adaptado e meio diferente do original, até o final, pelos comentários que andei lendo (não li o mangá)~ um roteiro adaptado sempre conquistará amor e ódio, no cinema ou na TV.
      Blade Man~ ainda quero muito ver! Minha melhor amiga adora o Wookie e gostou bastante tbm^^

      Excluir
  2. Bem,já estamos em 2016 e só agora resolvi assistir The Scholar Who Walks the Night. Me arrependi de não ter assistido antes. Apesar de toda a trama, amei o foco no romance. Agora, queria saber, já que o dorama terminou, sobre o "fio solto" e a sua opinião sobre o final. O que mais me encantou, as cenas que mais me prenderam, pra uma romântica incurável como eu, foram as cenas entre Jo Yang-Sun e Kim Sung-Yeol, como eu ficava em transe quando os dois estavam na tela. Eu vi muitas críticas negativas, mas tbm concordo que é uma questão de gosto, assim como foi sobre ORANGE MARMALADE, que tive que pensar muito se iria vê-lo ou não por causa da opinião dos outros. Decidi não ir mais pela opinião alheia e apenas ver meus doramas e surtar a cada surpresa maravilhosa como foi com ORANGE MARMALADE e THE SCHOLAR WHO WALKS NIGHT.Amei a resenha e concordo plenamente com você!

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo bem?
    Preciso de agradecer pois queria assistir esse drama desde o ano passado, pelo Lee Jun Ki (porque negar, rs) e porque tinha achado a história interessante também.
    Mas desanimei um pouco quando vi qual seria a atriz que faria o couple com ele (não gostava mt dela não), e sem falar dos vários comentários negativos...
    Por fim li sua resenha e resolvi arriscar, confesso que gostei (apesar de não ser o melhor drama que assisti também), tem seus pontos fortes e fracos. Gostei da OST, principalmente de Secret Paradise (poderia ter ticado mais vezes durante o drama).
    Estou doida pra saber o que vc realmente achou do final (com todos os spoilers que tiver direto, rs), pois eu pesquisei em vários lugares e não cheguei a uma opinião definitiva, até o manhwa eu fui procurar para saber se o final era o mesmo (mas parece é que o manhwa ainda não está terminado).
    Discordo de vc no que diz respeito a ter mais episódios, acredito que deveriam ter sido de 16 a 18 episódios no máximo, e deveriam ter aprofundado e explicado melhor algumas coisas que ficaram no ar...
    Bom, isso foi o que eu achei, num todo foi um bom drama (mas se comparado a Arang, eu prefiro Arang, rs).
    Aguardo sua resposta sobre o tal super spoiler, rs.
    Abraços...
    http://doramaacao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem!!!
    Sei que estou atrasada nesse drama, mais gostaria que me ajuda-se a entender o final por favor. Pra mim ele está vivo no final e se encontra com ela, e por ele ter consumido bastante sangue da Jo Yang Sun no final ele consegue matar a metade da personalidade vampiro e o coração que é humano prevalece e ele acaba voltando a ser um humano normal novamente. Não sei se essa explicação é meio doida para o final mais foi mais ou menos isso o que eu entendi.

    ResponderExcluir